DIÁRIO.png
Sem título-1.png
blog 2.png

"Meu teatro Virtual"

por Rafael Fioratto - 15/08/2021

Recentemente comecei a publicar imagens e histórias fantásticas no meu Facebook e o envolvimento das pessoas está sendo muito interessante. Coisas sem pé nem cabeça, mas contadas de maneira séria, com detalhes e um pouco de criatividade; se tornaram um tipo de teatro com personagem e um roteiro a ser seguido. As pessoas acompanham para ver o próximo ato, a novela da vida irreal onde Rafael organiza os mais improváveis eventos, participa de reuniões e se torna um embaixador de Itatiaia entre os governantes mundiais e até de outros planetas, já que “ele” mantém contato com civilizações alienígenas. Quando cercado por jornalistas, sobe em seu helicóptero e vai embora, ignorando até repórter famoso. Para fazer compras na feira, vai para a Índia e mesmo assim é importunado. E por aí vai... A saga de Rafael parece estar começando e as pessoas gostam da diversão que ela propõe.


E onde está a graça? O absurdo sempre permeou algumas histórias de realismo fantástico como em Saramandaia por exemplo, uma novela onde as pessoas estão sempre causando surpresa e alguns acontecimentos são icônicos. Quem lembra da dona redonda que explode no meio da rua? Mas a comédia vem sempre acompanhada de questionamentos, no caso de Itatiaia é muito comum comentários onde os moradores perguntam sobre a qualidade do transporte, da saúde, da infraestrutura... Não aceitam por exemplo o início das obras do metrô: “Nem ônibus tem direito, vai ter metrô?”


Os comentários ajudam a render o assunto, alguns caem nas graças do imaginário e se transformam em coautores do espetáculo. Outros devem pensar que estou ficando louco, que estou tomando remédios ou que estou precisando tomar. A graça também está aí, cada um recebe e reage aos signos de acordo com sua cultura.


Quando me encontram alguns me relatam coisas do tipo: “Estava na praça e imaginei seu dinossauro sobrevoando a igreja”, “Ainda tem vaga pra vender artesanato no fim do mundo?”, “Aquele lobisomem me assustou de verdade”. E assim criamos significado e graça para quem sabe projetar uma cidade mais humana. Eu sempre digo que tudo se resume em dois conceitos: Dignidade e qualidade de vida. É isso o que todos devemos imaginar e buscar através do trabalho, das relações sociais e da ética.


Itatiaia passa hoje por uma eleição suplementar que vai decidir muito sobre essa cidade humana, que não nos falte compromisso e responsabilidade. Nossa constituição nos garante direitos e o voto democrático é um deles, risadas à parte, o futuro se dá através do voto, seja ele fantástico ou não.



VEJA TUDO:

 cidade    diário de itatiaia BLOG   cultura   esporte   política     polícia     vida social      colunistas      vídeos

+ MAIS NOTÍCIAS: