DIÁRIO.png
Sem título-1.png
blog 2.png

Itatiaia realiza passeata no Dia Nacional de Luta Antimanicomial

Ato foi em homenagem à busca dos profissionais de saúde por um tratamento mais humano aos usuários do sistema de saúde mental...

A tarde desta quarta-feira (18) foi marcada por uma passeata em alusão ao Dia Nacional de Luta Antimanicomial, em homenagem à busca dos profissionais de saúde por um tratamento mais humano aos usuários do sistema de saúde mental. Funcionários e usuários do CAPS I (Centro de Atenção Psicossocial) percorreram as ruas do Centro da cidade com mensagens de conscientização.

- O usuário da saúde mental, que recebe um acompanhamento psiquiátrico adequado e conta com um apoio familiar, poderá ter uma melhor qualidade de vida, bem como trabalhar, estudar, constituir família, entre outros. Essa data é importante para trazer para a sociedade a reflexão sobre a doença mental e os tratamentos – disse o diretor da Atenção Especializada, da Secretaria de Saúde, Fábio dos Santos Carvalho.

O dia 18 de maio é importante para o movimento da Reforma Psiquiátrica, iniciado no final da década de 70, pois foi a partir deste que se conseguiu a aprovação da lei que se trata sobre a proteção dos direitos das pessoas com transtornos mentais.

- Este marco legal estabelece a responsabilidade do Estado no desenvolvimento da política de saúde mental no Brasil, através do fechamento dos hospitais psiquiátricos (manicômios) e abertura de novos serviços, como implantação dos CAPS, por exemplo, com participação da família e comunidade no acompanhamento desses pacientes. E apesar de sabermos que essa é uma luta diária, é importante termos um dia para concentrar manifestações, reflexões para fortalecermos essa causa”, explica a Gerente de Saúde Mental, Valéria Martins Barbosa.

CAPS

O Centro de Atenção Psicossocial funciona de 8h às 17h e atende portadores de transtornos mentais severos, como todos os tipos de esquizofrenia, bipolaridade, depressão grave, além de usuários de álcool e outras substâncias psicoativas. Segundo a Coordenadora do CAPS 1, localizado no bairro Vila Odete, Rafaela Miklas, o setor realiza visitas domiciliares, quando necessárias, além de busca ativa dos pacientes em sofrimento e que precisam de atendimento psicossocial.

VEJA TUDO:

 cidade    diário de itatiaia BLOG   cultura   esporte   política     polícia     vida social      colunistas      vídeos

+ MAIS NOTÍCIAS: