DIÁRIO.png
Sem título-1.png
blog 2.png

Covid-19: pesquisa revela hábitos de higiene que brasileiros pretendem continuar após a pandemia

Atualizado: 14 de dez. de 2021


Desde março de 2020, diversos hábitos tiveram que se modificar por conta da pandemia, principalmente os de higiene: lavar as mãos constantemente, usar álcool em gel com frequência e não encostar no rosto, por exemplo.


Uma pesquisa recente feita pela Xlear, empresa de produtos saudáveis, mostrou que mais de 64% dos entrevistados planejam continuar lavando as mãos regularmente depois de cada vez que tocarem em algo ou alguém, após o fim da pandemia. Além disso, metade das pessoas que participaram da pesquisa disseram que vão continuar usando o álcool em gel com frequência.


A microempreendedora Celina Hikari mora com os avós e seu filho Miguel, em Brasília, e conta os desafios de não levar o vírus para dentro de casa. “Meu filho tem 3 anos, então ele não sabe que não pode colocar a mão no chão e pôr na boca, por exemplo. Hoje ele já entende porque moldamos ele com os cuidados da pandemia. Hoje ele usa máscara, ele passa álcool em gel, em relação a esses cuidados ele já está bem disciplinado". Celina ressalta que tirar os sapatos antes de entrar em casa foi um dos hábitos adotados pela família durante a pandemia e que será mantido por muito tempo.

Ainda na pesquisa, mais de 44% dos entrevistados afirmaram que continuarão evitando tocar no nariz e nos olhos sem antes lavar as mãos e mais de 36% confirmaram o mesmo em relação à boca. Confira a porcentagem de cada hábito:

  • Lavar as mãos sempre que tocar em algo ou alguém - 64,2%

  • Ter sempre à mão o álcool em gel - 50,2%

  • Evitar tocar no nariz e nos olhos sem ter as mãos limpas - 44,3%

  • Evitar colocar as mãos na boca - 36,2%

  • Lavar o nariz - 17,4%

Fonte: Brasil 61 Foto: Fran Jacquier/Unsplash

VEJA TUDO:

 cidade    diário de itatiaia BLOG   cultura   esporte   política     polícia     vida social      colunistas      vídeos

+ MAIS NOTÍCIAS: